Aulas online e algumas implicações

A situação do isolamento social pela qual estamos passando afeta, direta ou indiretamente, todos os setores de prestação de serviços. Existiam planos, desejos, sonhos, expectativas pessoais, profissionais, enfim, ninguém esperava por esse enfrentamento do momento em que todos foram pegos de “surpresa”, sendo necessário se reinventar e seguir com novas propostas. 

A educação é um dos setores que está tentando se adaptar de uma maneira inovadora. Uns gostam, porém outros sofrem, afinal uma das situações que nos deparamos nesse novo contexto é que professores não são especialistas em ensino EAD e pais não são professores… e mesmo assim precisam viver essas novas experiências que são colocadas com as aulas online.  

Depois de conversar com pais e amigos educadores, percebi o quanto essa situação os desagradam e foi possível refletir sobre alguns pontos:

  • Famílias tendo que assumir a tarefa de ensinar, o que é diferente de acompanhar a educação escolar dos filhos.
  • Professores e equipe pedagógica que buscam estratégias extraordinárias para conseguir passar o conteúdo através de uma câmera, desde a educação infantil.
  • Mantenedores de escolas, que contavam com o fluxo e movimento de alunos para manter as despesas e fazer, com certeza, o melhor que acreditavam em educação. 
  • Crianças precisando permanecer em casa e se adaptar a nova rotina com aulas virtuais, tarefas, conteúdos novos, provas, trabalhos e pais trabalhando home office. Tendo que entender que o cenário de aprendizagem e relação social que vivia na escola mudou-se para sua casa.
  • Pais que se esforçam financeiramente para manter os filhos matriculados e agora encaram os fatos da aprendizagem a distância, redução de salários e pedidos de descontos na mensalidade escolar dos filhos.    

Olhar para todos os ângulos permite se colocar no lugar do outro, ser mais tolerante, compreender e logo ser compreendido nessa situação que é nova e desafiadora para todos. 

Essas são apenas algumas reflexões diante de muitas outras que surgem ao falar do assunto, mas a partir do momento que há compreensão dos fatos, do que nos aflige, aceitamos e seguimos com mais leveza o caminho. 

Vamos nos apoiar! Tudo isso vai passar e certamente levaremos conosco muita aprendizagem. 

Aline Souza –  Neuropsicopedagoga e Arteterapeuta 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *